O período mais quente do ano está apenas no começo. Contudo, diferentemente dos últimos verões, nos quais os consumidores investiram para melhorar a sensação térmica dentro de casa, as vendas de condicionadores de ar não devem apresentar crescimento nos próximos três meses, comparando com o mesmo período no ano passado.

As estimativas são da Associação Sul Brasileira de Refrigeração, Ar Condicionado Aquecimento e Ventilação (Asbrav), que ainda vislumbra uma possível queda de 5% no comércio e instalação de equipamentos.

“As perspectivas não são positivas e acredito que, sendo otimista, vamos apenas repetir as vendas do ano passado”, diz o segundo vice-presidente da entidade, Luiz Afonso Dias.

Apesar do pessimismo em relação ao ar-condicionado, ele destaca que as vendas de ventiladores devem ser melhores. Por por serem mais baratos no momento da compra, estes produtos normalmente vendem bem no verão, lembra o executivo.


Fonte: Assessoria da Asbrav

 

Comente: