Brasil, quarta-feira, 21 de Fevereiro de 2018

Vazamento de amônia fere 4 pessoas em fábrica de alimentos

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Quatro trabalhadores foram hospitalizados na última sexta-feira (26) após um vazamento de amônia ocorrido num armazém frigorífico multitemperatura localizado na cidade de Jurong, em Singapura.

A Defesa Civil local (SCDF, em inglês) informou em sua página no Facebook que foi alertada sobre este acidente numa fábrica de alimentos chamada Ben Foods por volta das 11h40.

O vazamento, detectado no teto de uma câmara fria no primeiro andar, foi contido pela empresa e seus cerca de cem funcionários foram evacuados antes da chegada das equipes de emergência, disse a SCDF.

A SCDF descontaminou três pessoas lavando-as com água. Em seguida, elas foram levadas para o hospital conscientes e estáveis.

Leia também
Deputado pede fim da amônia no Canadá
Vazamentos de fluidos refrigerantes ferem 17 pessoas
Vazamento de amônia mata trabalhador em cervejaria

Outro trabalhador exposto ao fluido refrigerante tóxico não quis, inicialmente, ser enviado ao hospital. No fim da tarde, porém, ele sentiu falta de ar e procurou o atendimento médico da SCDF.

Um gerente de um armazém frigorífico vizinho disse à imprensa local que já podia sentir o cheiro de amônia no ar quando chegou ao trabalho às 8h30.

“Por volta das 10h30, o cheiro ficou insuportável. Meus olhos doíam muito, como se estivessem sendo picados”, relatou.

Ele entrou em contato com o departamento de engenharia de sua empresa, que disse que estava investigando o problema e também pediu para que ele evacuasse o prédio.

Equipe de emergência da Defesa Civil de Singapura em acidente com amônia

Defesa Civil instalou cortinas de água para restringir a amônia à área afetada pelo vazamento do fluido refrigerante tóxico | Foto: Defesa Civil

Às 15h45, os agentes da SCDF ainda estavam no local do acidente. A equipe especializada em materiais perigosos informou que, neste horário, já havia baixos níveis de amônia no perímetro do edifício afetado.

Às 21h05, a Defesa Civil divulgou que havia localizado o vazamento de amônia na tubulação principal do sistema de refrigeração.

“O tubo não é facilmente acessível, pois está instalado dentro de um teto de placa de metal e escondido por camadas de materiais de isolamento”, informou.

A SCDF já tinha desligado a linha de alimentação principal do sistema e várias válvulas de controle, limitando a área de operações a uma câmara fria e parte do compartimento de carga e descarga.

Embora a concentração de vapor de amônia na área afetada tenha diminuído consideravelmente nas horas seguintes à contenção do vazamento, os agentes da SCDF implantaram três cortinas de água dentro das instalações como medida preventiva.

“Isto é para impedir que quaisquer vapores residuais de amônia possam escapar para além da área afetada”, afirmou.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Compartilhe.