Brasil, domingo, 19 de novembro de 2017

Gás letal ameaça saúde e segurança dos refrigeristas

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Os recentes aumentos da fluorita na China, maior fornecedor da principal matéria-prima dos fluidos refrigerantes fluorados, têm elevado a demanda por produtos baratos e de origem duvidosa no mercado global.

Inclusive, um dos principais distribuidores da África do Sul fez um alerta aos compradores locais sobre os perigos dos gases que ameaçam a saúde e a segurança dos refrigeristas durante sua manipulação.

Tanto lá quanto em outros países, muitos criminosos estão vendendo misturas perigosas como refrigerantes legítimos.

Extremamente inflamável e tóxico, o cloreto de metila (R-40) vem sendo misturado com o R-22 e outros compostos para imitar o R-134a, por exemplo.

Este coquetel letal já causou pelo menos quatro explosões e três mortes na indústria de refrigeração marítima, além de ter colocado centenas de milhares de contêineres refrigerados em quarentena.

Diante deste cenário, o distribuidor sul-africano tem aconselhado os clientes a ficar atentos aos produtos com preços inferiores e, potencialmente, falsos. Em nível global, a situação também preocupa as principais indústrias do setor, conforme já publicado aqui.

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Compartilhe.