Brasil, quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Chillers estão sendo substituídos antes da eliminação do R-22

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

O mercado global resfriadores de líquido crescerá a uma taxa anual composta de aproximadamente 3% entre 2017 e 2021, de acordo com o mais recente estudo da Technavio sobre o setor.

A empresa de pesquisa enumera as máquinas com compressores parafuso, scroll e centrífugos como os três principais produtos do segmento, dos quais os modelos parafuso alcançaram mais de 35% de participação de mercado em 2016.

Segundo o analista líder da Technavio, Anju Ajaykumar, o setor está sendo impulsionado pela crescente demanda por refrigeração distrital, substituição de equipamentos antigos e o desenvolvimento de infraestrutura em países emergentes.

Ele diz que os países emergentes no Oriente Médio e na Ásia estão experimentando uma maior demanda por refrigeração distrital.

“A refrigeração distrital está substituindo os métodos tradicionais de resfriamento de ar, devido a diversas vantagens, como economia de energia, danos ambientais mais baixos e necessidade de manutenção reduzida. Ela usa até 50% menos energia do que os métodos tradicionais de resfriamento, o que significa uma grande economia nos custos de eletricidade”, ressalta

A pesquisa aponta que as necessidades de reduzir os custos operacionais, aumentar a eficiência energética e aproveitar os incentivos governamentais favoráveis estimulam a substituição de equipamentos existentes em todo o mundo.

A Technavio também prevê que novos regulamentos relativos ao uso de chillers e à eficiência energética aumentem investimentos na área.

“A eliminação das unidades com R-22 será concluída até 2020 [nos países desenvolvidos], mas isso vem incentivando sua troca antes deste prazo final, por exemplo”, afirma

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Compartilhe.