Brasil, quinta-feira, 24 de agosto de 2017

Certificação de edifícios avança no Brasil

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

A Greenbuilding Brasil 2016 – Conferência Internacional e Expo chega hoje a seu último dia. No principal evento latino-americano do setor, realizado no SP Expo Exhibition & Convention Center, na capital paulista, expositores do HVAC-R mostram soluções focadas em eficiência energética e redução do consumo de recursos naturais.

A Danfoss, por exemplo, destaca sua linha de compressores com IDV (Intermediate Discharge Valve), o conversor de frequência VLT HVAC Drive, as válvulas de controle e balanceamento dinâmico AB-QM, a linha de válvulas de expansão eletrônicas e os trocadores de calor microcanal MCHE.

A multinacional dinamarquesa ainda instalou seu sistema de aquecimento de piso com controle inteligente no Espaço Casa Conceito, destinado à exposição educacional dos conceitos de sustentabilidade presentes nas certificações de edifícios residenciais (Referencial GBC Brasil Casa) e comerciais (LEED).

IMG_2402

Conversor de frequência VLT HVAC Drive é um dos destaques no estande da Danfoss

Segundo a empresa, essa solução se aplica, normalmente, em pisos de qualquer ambiente e é a forma mais confortável e fisicamente eficiente de se aquecer um local. “Esse efeito pode ser alcançado por meio de tubulações de água quente ou cabos elétricos passando dentro do piso”, explica o engenheiro de vendas Nelson Gomes.

Outro nome forte do setor, a Trane também está presente na mostra e no Espaço Casa Conceito, onde exibe seu termostato digital e controle centralizado, além da unidade interna Hi Wall para os sistemas VRF da linha TVR LX, inovação desenvolvida para novos edifícios ou retrofit.

Devido à sua flexibilidade de instalação e por oferecer várias alternativas de montagem e opcionais, a máquina pode ser projetada conforme as necessidades de cada edificação, proporcionando o conforto térmico requerido.

Trane - Maria Blase - Luiz Moura - Matheus Leme

A presidente da Trane na América Latina, Maria Blase, com Luiz Moura e Matheus Lemes, executivos da companhia no País, durante o primeiro dia do Greenbuilding Brasil 2016

De acordo com a companhia norte-americana, as três tecnologias contribuem com pontuação para as certificações Referencial GBC Brasil Casa e LEED, nas categorias de Energia e Atmosfera (EA) e Qualidade Ambiental Interna (QAI).

Na avaliação da presidente da multinacional na América Latina, Maria Blase, o evento representa uma excelente oportunidade para o estreitamento de parcerias. “O Brasil é um grande mercado para a indústria de edifícios verdes”, ressalta.

Lançado na terça-feira, primeiro dia da exposição, o Anuário da Construção Sustentável revela o crescimento e os comparativos da certificação LEED entre diversos países. Neste ranking do Green Building Council, o Brasil está em 3º lugar.

“O ano de 2016 registrou o segundo melhor índice de certificação de projetos de construção sustentável, com 81 novos empreendimentos, atrás apenas de 2012”, informa Felipe Faria, diretor da organização não-governamental no País.

“O número também está maior entre o varejo, plantas industriais e centros logísticos, mostrando um mercado e um caminho de crescimento por vir”, acrescenta.


 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Compartilhe.