Brasil, sexta-feira, 22 de setembro de 2017

Compatibilidade universal amplia mercado do Tapa Fugas K11

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

O desenvolvimento de produtos universais para aplicação em sistemas frigoríficos é, com certeza, uma grande revolução tecnológica. Neste cenário, o aditivo selante Tapa Fugas K11 vem cumprindo bem seu papel.

Compatível com todos os tipos de fluidos refrigerantes e óleos lubrificantes, o composto químico guarda as mesmas características ao ser usado nos componentes dos sistemas de refrigeração e ar condicionado, como tubos feitos de cobre, alumínio, latão ou borracha.

“Este selante pode ser usado com segurança e eficiência em qualquer equipamento de climatização ou refrigeração fixo ou móvel, como geladeiras, freezers, adegas, máquinas de gelo e splits de janela, multi-splits, câmaras frigoríficas, balcões e chillers”, explica o diretor de operações da K11, Kiko Egydio.

Ele também salienta que produto é compatível com sistemas de ar condicionado de metrôs, trens, automóveis, ônibus, caminhões e carros.

Avaliação positiva

Com grande alcance, as redes sociais têm colaborado decisivamente para a divulgação de novas tecnologias entre os profissionais de refrigeração, ampliando mercado para muitas empresas.

Recentemente, o refrigerista paulistano José Mario dos Santos usou o Facebook para comentar os resultados obtidos com o Tapa Fugas K11, após usá-lo em uma Penta-Split Samsung, equipamento em que ele mesmo fez a infraestrutura, sem soldas, mas com uma conexão em um uma das evaporadoras.

“Testamos todas as flanges e a conexão. Nada! Usei o produto e deixei o sistema pressurizado por quatro dias a 150 psi. No final, a pressão caiu para 145 psi. A solução foi usar o K11 e, como a soma das evaporadoras era de 53 mil BTU/h, usamos três ampolas. Ficou show, zerou o problema. Também recomendo”, contou o profissional.

Desenvolvido pela norte-americana Spectronics e distribuído no Brasil exclusivamente pela K11, o composto é aprovado de acordo com as regras da Ashrae 97, que atesta sua estabilidade química para os sistemas frigoríficos.

“O nosso produto foi desenvolvido sem polímeros. Por isso, ele não danifica o sistema, as válvulas e o compressor. O Tapa Fugas K11 também não reage com oxigênio e umidade, não entope o capilar e a válvula de expansão. Além disso, uma cápsula com dose única atende um equipamento de até 2 TR (24 mil BTU/h)”, salienta Kiko Egydio.


 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Compartilhe.