Brasil, domingo, 19 de novembro de 2017

​Indústria de chillers usará substituto do R-134a

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

A Dunham-Bush, fabricante de resfriadores de líquido sediado na Malásia, anunciou que usará o Opteon XP10 (R-513A) na linha DCLCG de chillers centrífugos resfriados a água comercializada na região Ásia-Pacífico.

Desenvolvido pela Chemours, o novo fluido refrigerante é um substituto azeotrópico, não inflamável e de baixo potencial de aquecimento global (GWP, em inglês) para o hidrofluorcarbono R-134a.

Segundo a indústria química, o Opteon XP10 é uma mistura de hidrofluorolefina (HFO) R-1234yf e R-134a, e seu GWP de 573 é cerca de 55% inferior ao do R-134a.

“Nossa nova série de chillers com R-513A oferece alta eficiência, economia de energia, alta confiabilidade e design livre de óleo para uma ampla gama de aplicações”, diz o vice-presidente da Dunham-Bush, Zhou Lei.

Anúncio da Dunham-Bush marca o terceiro maior fabricante de chillers a selecionar o R-513A como substituto do R-134a, salienta Diego Boeri, da Chemours

“A Dunham-Bush concluiu que o Opteon XP10 proporciona o equilíbrio ideal de propriedades para atender à sua necessidade de possuir um chiller com refrigerante de baixo GWP em seu portfólio”, ressalta o vice-presidente de fluorquímicos da Chemours, Diego Boeri.

O executivo lembra que “este anúncio marca o terceiro maior fabricante de resfriadores de líquido a escolher o Opteon XP10 como sua alternativa preferida para substituir o R-134a”.

Em 2015, a Trane anunciou a adoção do R-513A em um chiller resfriado a ar da linha Sintesis. No ano passado, a Johnson Controls informou que seus chillers centrífugos e parafuso York de 440 kW a 21.100 kW também passariam a ser compatíveis com o gás alternativo de menor impacto climático.


 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Compartilhe.