Brasil, sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

Capacidade mundial de armazenagem frigorificada cresce 8,6%

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

Os números mais recentes da Aliança Global da Cadeia do Frio (AGAC, na sigla em inglês) revelam que a capacidade mundial de armazenamento frigorificado chegou a 600 milhões de metros cúbicos este ano, um aumento de 8,6% em relação ao último levantamento, realizado em 2014.

“É emocionante ver esse crescimento forte e novas construções em todo o mundo”, diz Corey Rosenbusch, presidente e CEO da organização que representa as principais indústrias envolvidas na cadeia logística do frio.

“Temos visto mudanças em emergentes como a China e Índia, além da consolidação do segmento em outros mercados desenvolvidos”, acrescenta.

Construções de novas instalações também ocorreram em mercados como o Uzbequistão e a Turquia, que anteriormente possuíam poucos armazéns frigoríficos. Os EUA, México e Canadá registram crescimento dessas instalações desde 2014.

Enquanto os relatórios de vários países europeus indicaram a redução de armazéns refrigerados em 2016, Turquia e Reino Unido aparecem como exceções. A expansão no Reino Unido foi creditada ao aumento no número de centros de distribuição construídos pelo varejo.

O relatório, que apresenta dados sobre o mercado de armazenamento a frio em 52 países, foi escrito pela doutora Victoria Salin, professora do Departamento de Economia Agrícola da Universidade Texas A&M.

Em suas 30 páginas, o documento traz análises sobre as tendências de crescimento na capacidade global, indicadores de desenvolvimento de mercado e as características dos entrepostos frigoríficos em todo o mundo. Mais detalhes sobre o estudo estão disponíveis aqui.


 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Compartilhe.