Brasil, quarta-feira, 23 de agosto de 2017

​Midea decide usar substituto do R-410A

Google+ Pinterest LinkedIn Tumblr +

A gigante chinesa Midea deverá usar o Opteon XL55 (R-452B), uma alternativa de baixo potencial de aquecimento global (GWP) ao hidrofluorcarbono (HFC) R-410A, em sistemas unitários de ar condicionado vendidos no mercado norte-americano.

Comercializado pela Chemours, o novo fluido refrigerante à base de hidrofluorolefina (HFO) tem um GWP de 676, cerca de 65% menor que o do R-410A.

Tal como o R-410A – uma mistura de R-32 e R-125 – a nova substância utiliza os mesmos dois componentes, mas com a adição de R-1234yf.

Assim como o R-32, o Opteon XL55 é classificado como um gás levemente inflamável, embora a Chemours sustente que ele é o menos inflamável de todos os principais substitutos existentes para o R-410A.

A indústria química também ressalta que sua compatibilidade com equipamentos projetados para operar com o R-410A e sua menor temperatura de descarga em comparação com o R-32 proporcionam ao Opteon XL55 uma vantagem distinta sobre as outras opções de baixo GWP disponíveis atualmente.

“O Opteon XL55 é a escolha perfeita para garantir que nossos produtos estejam em conformidade com as regulamentações ambientais, ampliando a nossa oferta de tecnologias sustentáveis para nossos clientes”, diz Mingli Tian, gerente geral da divisão de ar-condicionado central do grupo Midea.

“A Midea concluiu que o Opteon XL55 oferece o equilíbrio ideal de propriedades para atender à sua necessidade de ter seu portfólio de ar-condicionado unitário com a opção de um fluido de baixo GWP”, informa Diego Boeri, vice-presidente de fluorquímicos da Chemours, ao salientar sua satisfação com a decisão da multinacional asiática.


 

DEIXE SEU COMENTÁRIO

Compartilhe.